terça-feira, 17 de novembro de 2009

TJPE esclarece oficialmente informações veiculadas em site do sindicato dos servidores

 17 DE Novembro DE 2009


NOTA OFICIAL
Acerca de notícia divulgada no sítio do Sindicato dos Servidores de Justiça do Estado de Pernambuco, sob o título “Servidores do TJPE encerram greve”, a Presidência do Tribunal de Justiça do Estado, por sua assessoria de comunicação, informa o seguinte:
1. Ontem, por volta das 13h30, o Presidente do Tribunal de Justiça foi, de fato, procurado, em seu gabinete, pelo Deputado Estadual Sérgio Leite. No encontro, realizado na presença dos Desembargadores José Fernandes de Lemos (Corregedor Geral da Justiça) e Jovaldo Nunes Gomes, o parlamentar, colocando-se como interlocutor dos servidores que aderiram à greve, explicou que se dirigia à Mesa Diretora do Tribunal para comunicar o propósito da categoria, já exteriorizado, em encerrar imediatamente a paralisação e que a decisão seria formalizada em assembléia geral que se realizaria logo mais, a partir das 14 horas daquele dia.
2. O Deputado Sérgio Leite, falando em nome do Sindicato dos Servidores, transmitiu apenas e tão-somente um único pedido à Mesa Diretora do Tribunal para o imediato encerramento do movimento de paralisação: que os dias não trabalhados não fossem descontados dos vencimentos dos servidores que participaram da greve. Nada mais foi aventado ou discutido. Esta Presidência, em resposta, disse ao parlamentar que, em respeito à colegialidade, levaria a proposição ao Pleno do TJPE, a quem caberia a decisão final quanto à subsistência dos descontos ou sua eventual relevação.
3. Não procede, portanto, a notícia, veiculada pelo Sindicato, de que os dias não trabalhados não serão efetivamente descontados ou que a interrupção da greve deveu-se ao ajustamento de uma pauta de negociação ou a um suposto compromisso de rediscutir quaisquer questões salariais.

Nenhum comentário: